O que eu preciso

Hoje, não digas nada. Não, não, peço-te: hoje, nada de nada. Sim, deixa-nos ficar assim, olhos de um fitando o outro e pés entrelaçados na areia. Deixa as perguntas para amanhã, na maré-cheia. Hoje quero ficar assim, só o brilho dos teus olhos a vencer o do mar. Só o aconchego da tua mão a vencer a areia. E, se disseres alguma coisa, que seja para dizer
- Não tenhas medo. Ainda vamos ser felizes.

Alicee

4 comentários:

diogo disse...

fdç, que escreves mesmo bem !

Sofia disse...

Diogo, é foda-se, e não fodaçe... lol. Não era por isto que eu ia comentar. É que tb tenho dias em que só me apetecia ficar assim. Sem palavras, sem perguntas. Só os olhos fixos e os pés entrelaçados e as mãos aconchegadas. Só isso. Se ao menos eu pudesse...***

Emily disse...

concordo com o diogo. ta tao bonito pa

Joana Carvalho disse...

adorei, vou seguir.te :)

Invisible Woman (55) Alice (49) One more (49) Carolina (37) S. (33) Amy (19) Dee Moon (7)