On time, always.

E se um dia vieres aqui e eu já cá não estiver? Como me vou sentir nessa altura, ao saber os ecos dos teus gritos por mim, e ao saber que estivemos quase? Eu não saio daqui. Não quero que sintas a minha ausência como eu tenho sentido a tua.

Gosto demasiado de ti para te deixar chegar tarde demais.

de mais uma tua

6 comentários:

incógnita disse...

e esse o verdadeiro amor..

Nés, disse...

já disse, mas tenho de reforçar a genialidade da existência de todos estes alter-egos que são, no fundo, parte de ti.

Joana ' disse...

Como admiro a tua capacidade de escrita! :o
Tu és capaz de dizer, tantas vezes, aquilo que eu sinto mas não consigo passar para o papel... E eu gosto disso: gosto de 'me' ler por aí, por cantinhos que não o meu :)

Adorei querida e, caso autorizes, este vai ter lugar no meu blog...
Um beijinho e continua a encantar-me com estas tuas palavras*

Lua Escondida* disse...

ai que perfeição...

Joana ' disse...

Obrigada querida *
Vou fazer-lhe a devida referência.
Um beijinho

Cate93 disse...

Sinto exactamente o mesmo, não mudo uma palavra do que disseste.
Gostei muito :)
Beijinho*

Invisible Woman (55) Alice (49) One more (49) Carolina (37) S. (33) Amy (19) Dee Moon (7)