-este é um sítio mesmo giro para engatares miúdas.

Começámos por caminhar lado a lado. O mar via-se por lá, e eu esperava um qualquer comentário divertido da tua parte. Em vez disso, tu aproximaste-te. Ainda estava frio. Ninguém trazia relógio, mas eu lembrava-me das 09.09 que tinha visto no visor do telemóvel, ao deixá-lo em casa. (E se eu me perdesse de ti? Não, nunca de ti. Só contigo.) Então a tua mão tocou na minha, enquanto os nossos passos eram tão lentos por aquele estrado de madeira como se o destino não interessasse mesmo nada. Eu tossi. Queria rir-me, perguntar se aquela era a tua resposta e, ao mesmo tempo, tentar perceber porque é que aquele toque me parecia tão diferente, se já tínhamos dado as mãos tantas vezes. Talvez tu achasses que estavas a ser demasiado. Quando tentaste afastar a tua mão, que ainda só tinha roçado levemente a minha pele, eu agarrei a tua com força, como quem diz
-não te deixo escapar
com o olhar.

Ainda eram só nove da manhã. O caminho adivinhava-se longo àquele passo. Eu respirava fundo o sal, e encostava a cabeça no teu ombro
-também gosto muito de ti.

Amy

Escrito ao som de "If" - House of Heroes

6 comentários:

João Rodrigues disse...

Fantástico o texto :D

Pandora disse...

Extraordinário!

Joana ' disse...

Tenho saudades de um amor de Verão... Quer dizer, tenho saudades de viver um amor que me faça viver momentos como este! Está tão lindo *.*

Sofia disse...

Está tãooo bonito. bem sei que os meus comentários são sempre mais ou menos os mesmos, mas... deixas-me sem palavras amiúde. (amiúde, hã? granda pinta.)

Auíri Au disse...

Loucura.
Adoreiiii
Beijos azuis

Su disse...

Tal como o anterior: Fantásticooo!

Invisible Woman (55) Alice (49) One more (49) Carolina (37) S. (33) Amy (19) Dee Moon (7)