No meu discurso aos estrangeiros sobre a saudade...

Falarei das noites em que já não bates à minha porta, dos nomes que já não me chamas quando te olhava com sono e dos teus dedos frios que já não descansam no meu pescoço. Falarei das janelas que já não abres pela manhã, do sol que já não deixas entrar no meu quarto, dos passos que já não marcam o meu chão. Enfim, falarei dos dias de Março que começaram tristes e da falta que tudo me começou a fazer, subitamente, e já não acaba.

S.

#15 letter to the person you miss the most

8 comentários:

CLÁUDIA disse...

Adorei.
Tanta essência...

***

Mafalda disse...

"Enfim, falarei dos dias de Março que começaram tristes e da falta que tudo me começou a fazer, subitamente, e já não acaba." assino por baixo.... os dias de março.....

PR" disse...

Sempre que leio um texto teu, um sorriso vai aparecendo no rosto.
Cada palavra assenta tãoooo bem !
Bolas, que ADORO o que escreves. **

Inês de Carvalho disse...

Vim aqui parar e tenho que te dizer que li uns tantos textos teus e adorei as tuas palavras.

Dupé disse...

Como sempre um excelente texto da "S."... No meio do texto dá, pelo menos a mim, a sensação que dançavam...

Março parece que é um mês pouco feliz para relações de qualquer tipo...

Mas tudo consegue virar-se :D

carinamaria. disse...

claro que gostei, como poderia não gostar? :b

Mysterious Girl disse...

Aiiiiii! mesmo perfeito

Beto disse...

Ave Maria! Aqui só tem coisa linda e profundamente escrita! Adoraria conhecer essa tal de srtª S.
Perfeito.....

Invisible Woman (55) Alice (49) One more (49) Carolina (37) S. (33) Amy (19) Dee Moon (7)