Cancel

Era preciso fotocopiar uns quantos relatórios para o chefe. (Normalmente, pede sempre frente e verso, em rascunho. E a pobre da impressora mal tira a barriga de misérias, faz tudo a lusco-fusco, bastam umas festinhas no papel e venha outra folha.) Ontem disse-me ele que eram relatórios a sério, coisinhas para gente importante. Traziam carimbos e assinaturas gatafunhadas que só podiam ser chiques. Era um dia em grande para a impressora, que podia demorar o tempo que quisesse, com a certeza de que não ia amarrotar o papel, com a certeza de que tudo seria perfeito. Dei a mão à impressora e dei-lhe ânimo
- hoje é o teu dia.

Assim sou eu, perto de ti. Mas a diferença é que tu cancelas sempre a impressão e deixas-me sozinha antes de eu sequer ter oportunidade de alinhar os cartuchos. Nunca é o meu dia.

de mais uma tua

1 comentário:

Luisa Corte Real disse...

Gostei tanto de te ler que vou voltar mais vezes, não pares de colocar no papel os teus sentimentos, pões tens um dom!

Beijocas

Invisible Woman (55) Alice (49) One more (49) Carolina (37) S. (33) Amy (19) Dee Moon (7)