Will you ever know?

Recebeste uma chamada ainda o galão ia a meio. Saíste apressadamente e a falar em monossílabos imperceptíveis. Os teus olhos tão abertos a olhar em todas as direcções assustaram-me. Os teus passos não acalmaram nada, cada um mais urgente que o outro, e o ar que se moveu à tua passagem era um ciclone de contradições. A torrada meio-mordida foi deixada na mesa; tudo numa disposição artística aleatória, vê a ironia. Se eu quisesse, não teria colocado tudo tão perfeito. 

Esperei imenso tempo, preocupada. Tu não voltavas. O galão deixou de emanar fumo, a manteiga começava a consolidar na torrada. Quando desviei os olhos daquela mesa abandonada, quase todas as pessoas que estavam sentadas à minha volta já eram diferentes. E comecei aí a imaginar a pilha de relatórios para preencher que se ia acumulando na minha secretária.

Foi então que me levantei discretamente e deixei três moedas na tua mesa. Antes de sair, certifiquei-me que a empregada as tinha recolhido, juntamente com os restos. A cara dela mostrava surpresa: em hora de ponta, ninguém te tinha visto sair. Só eu. 

Invisible Woman has left her trail.
Contudo, saí triste. Que se teria passado contigo?

I. W. @

9 comentários:

Sôw. disse...

adorei o texto (:

marta filipa disse...

Muito obrigada, fico contente que assim seja :)
E não, não te deites ao lixo *

Mysterious Girl disse...

Eu não sei descrever o quanto AMO este blog! A sério...

Sofia disse...

Oh... eu nem sei o que escrever. Excepto que... gosto tanto de vir aqui ler-te! beijinho**

Cá. disse...

muito obrigada. (:
também adoro a tua forma de escrever ..

The RP disse...

Adoro, adorei. Adoro sempre!

Invisible Woman é das minhas 'personagens', se me é permitido chamar-lhes personagens, preferidas.

Gosto da forma como ela lentamente se vai revelando.

Os momentos de insegurança intercalados com instantes de confiança...

Faz-me lembrar alguém que conheço.
Ora acho que os elefantes têm de estar muito esfomeados, ora acho que, mesmo saciados, não podiam deixar um pitéu deste calibre escapar. 8D

marta filipa disse...

Eu também gostei bastante :)

LP disse...

Gostei muito o conceito do blog! É bom, ao fim de tanto tempo, ainda haver blogs que nos surpreendem pela positiva...

A Maria dos rascunhos disse...

Este texto está lindo! :)
Parabéns! Adoro este blog!

Invisible Woman (55) Alice (49) One more (49) Carolina (37) S. (33) Amy (19) Dee Moon (7)