How do we keep love alive?

Nunca mais sonhei contigo. Deve ser porque afinal o meu organismo te impõe alguns limites. Arrebatas de tal forma os meus dias que à noite se esgota tudo. O que aconteceria se estivesses em mim vinte e quatro horas por dia? Eu colapsaria, e o mundo acabava por certo, de tanta intensidade nossa, numa nuvem em cogumelo.

Alicee

11 comentários:

té , disse...

posso perguntar: existem várias autoras, dos textos?

[uni]verso disse...

Entrei aqui a pensar "Deixa lá ver se ela hoje também acerta..."
E não podia ter sido mais em cheio. Mais humano.

=)*

té , disse...

realmente, era mesmo isso que eu achava. uma espécie de heterónimos (:

Vera, a Loira disse...

Lindo, simplesmente lindo.

Pandora disse...

infelizmente, é nesses momentos que amar é do pior que há.

marta filipa disse...

O problema é que mudar, ia dar-me muito trabalho, pois teria que alterar todas as fotografias dos últimos posts :x

The RP disse...

sentir tudo de todas as maneiras pode, de facto, levar ao cansaço.

incógnita disse...

muito forte gostei =)

Sara Almeida disse...

obrigada. mas a minha opinião é diferente xb
olha, a sério escreves tão bem :)
usas cada exemplo, se eu os usasse seriam totalmente rídiculos, mas tu sabes exactamente usâ-los :D

Fábio disse...

Uau! :P Tens toda a razão ;)

Sweet Seventeen disse...

Estou apaixonadíssima pelos teus textos e pela tua forma de escrever, e depois para completar identifico-me imenso com eles!!

Obrigada pelo comentário, sim se continuarmos a lutar podemos sempre arrependermos-nos do que fazemos em de vez nos arrependermos por não o termo feito :)

Beijinho!! *
Boa semana para ti também

Invisible Woman (55) Alice (49) One more (49) Carolina (37) S. (33) Amy (19) Dee Moon (7)